Sobre

A verdade sobre si mesmo só pode ser dita na ficção, disse Lacan no século passado. E se ele estava certo, aqui me desvendo em palavras. Estórias reais, baseadas em fatos fictícios deram origem a esse blog, que hoje abriga além das Estórias, um pouco da arte e seus tentáculos.

Literatura, cinema, erotismo, blues… e tudo aquilo que torna a vida mais suportável.

Laila Vidal, foi o nome que me deram e o carrego com certa resignação. Na vida lá fora sou formada em Comunicação e Design de Moda, trabalhei como produtora, redatora e repórter, atualmente estudo literatura e vivo entre o Brasil e a Europa, sem pretensões de me decidir. Minha única convicção é a morte, todo resto são suspeitas. Enquanto espero fico por aqui, criando minha realidade, com a arte e a ficção, lacaniando a vida pra não encontrar verdade que não seja duvidosa.

E não adianta procurar, termino em labirinto…