Indigestão auto induzida de compaixão e lágrimas

Ninguém mais usa colírio ou finge gostar de engolir esperma. Prefiro amar que namorar. Amar é pra você, namorar é o outro… Amar é ascensão, namorar é negociação… o que o amor dá de graça o namoro cobra.

E no suplício da prisão ilusória da reciprocidade, a mente recria o desejo ancestral do enlace, da forca, da praça pública, do aplauso… da indigestão auto induzida de compaixão e lágrimas.

No namoro, não olhe pro lado. No amor olhe pro alto! Como bem disse Mario de Andrade: Amar, verbo intransitivo! Pra você também 😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s