Provocativo e poético | Ren Hang e o erotismo chinês

Ren Hang, fotógrafo chinês, suicidou-se em 2017 aos 29 anos e deixou uma obra super instigante, especialmente no seguimento das fotografias eróticas. Hang foi censurado e perseguido pela polícia chinesa durante toda sua vida e seu trabalho foi divulgado muito mais no exterior que em sua própria aldeia.

ren_hang_33

No exato momento em que Hang decide matar-se sua obra estava sendo exposta em um dos principais museus de fotografia da Europa, o FOAM em Amsterdam. E assim foi durante toda sua carreira, reconhecimento internacional e repúdio em seu país. Um artista atormentado pela depressão crônica, pela perseguição à sua arte e a inadequação à cultura que o pariu.

ren_hang_30

ren_hang_43

ren_hang_35

O erotismo oriental me fascina mais que qualquer outra forma de erotismo sobre o planeta, um olhar penetrante na simplicidade sofisticada do nu puro e conceitual, signos tão próprios das culturas milenares que tentam sobreviver e se recriar sob a avalanche de bits e filtros que nos afundam no ocidente.

ren_hang_48

ren_hang_50

ren_hang_40

ren_hang_15

Hang deixa a existência terrena mas sua obra fica para nos lembrar sempre que nossos corpos são a mais autêntica forma de expressão de nossos desejos, de nossos sonhos… de nossas verdades.

ren_hang_20-1024x691

ren_hang-1

 

ren_hang_c10

ren_hang_36

Difícil escolher as fotos para esse post, adoro tudo desse fotografo. Vou deixar mais algumas fotos e para quem quiser conhecer mais de sua obra incrível deixo aqui o link para o site de Ren Hang.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s