Impossibilidade | Charles Bukowski

Van Gogh escrevendo para o irmão pedindo tinta
Hemingway testando seu rifle
Céline fracassando como médico
a impossibilidade de ser humano
Villon expulso de Paris por ser um ladrão
Faulkner bêbado nas sarjetas de sua cidade
a impossibilidade de ser humano
Burroughs matando sua mulher com um tiro
Mailer apunhalando a sua
a impossibilidade de ser humano
Maupassant enlouquecendo em um barco a remo
Dostoiévski enfileirado no muro para ser fuzilado
Crane fora do barco em direção à hélice
a impossibilidade
Sylvia com a cabeça no forno como uma batata assada
Harry Crosby saltando naquele Sol Negro
Lorca assassinado na estrada pelas tropas espanholas
a impossibilidade
Artaud sentado num banco de hospício
Chatterton tomando veneno de rato
Shakespeare um plagiador
Beethoven com uma corneta para surdez enfiada na cabeça
a impossibilidade a impossibilidade
Nietzsche enlouquecendo completamente
a impossibilidade de ser humano
demasiado humano
esse respirar pra dentro e pra fora
pra fora e pra dentro
esses marginais
esses covardes
esses campeões
esses cachorros loucos de glória
movendo esse pedacinho de luz em direção
a nós
impossivelmente.

Impossibilidade ❤️ Charles Bukowski

Um comentário em “Impossibilidade | Charles Bukowski

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s