Indiscrição: a enfermidade do século

Quando o amor acaba não se sabe o que fazer com todos aqueles segredos que foram confessados entre taças.

Alguns bebem, outros esquecem, enquanto outros, vis, os espalham em redes sociais.

Sim, é uma enfermidade do século 21… Tentar compreender a indelicadeza de tamanha indiscrição fere minha esperança no amor, no amar, na entrega e mais ainda na busca.

Depois vem um pedido de perdão, público claro… pra que o algoz, em praça pública, encaixe seu pescoço na madeira sabendo que sua cabeça não cairá no cesto porque a guilhotina sempre falha na hora de decepar culpados.

A vida não é justa meu caro, disse tio Scar ao pequeno rei Leão enquanto o jogava para a morte de cima de um penhasco… quem sou eu pra não acreditar em Jeremy Irons!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s