Pra dizer eu te amo basta ter cordas vocais

Hoje queria encher uma banheira de pétalas vermelhas e rodea-la de velas, como nos filmes de amor. Mas não tenho banheira em casa.

Eu sei, eu sei, existem muitas outras formas de dizer eu te amo, incluso falando mesmo. Assim, simples, sem gastos, sem esforço. Olhar e dizer: eu-te-amo.

Difícil?

Claro que não! Pra dizer eu te amo basta ter cordas vocais. O drama todo é o desgaste que o eu te amo sofreu embaixo do meu teto. Já não sei mais o que isso quer dizer e tenho medo da indecifrável metafísica que se arrasta com ele.

Sim!

Poderia dizer agora mesmo! Ligar e dizer, ou escrever uma mensagem… mas não faço, sim é medo.

Medo? Medo!

Da última vez que disse eu te amo enormes vigas de ferro romperam o solo e foram crescendo em direção ao céu, me rodearam, se entrelaçaram, quase me sufocaram, fiquei presa ali, naquele abraço por anos… aquele abraço que se projeta logo após o eu te amo… metafísico de novo.

Nunca sei como resolver esse impasse, comprei um bisturi, anestésico e agulhas. Mas não encontro no youtube um passo a passo para extirpação de cordas vocais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s