Não existe alegria sem dor

Ele diz que o abandonei. Sim, verdade… Fui embora no fim do verão… Mas levei comigo o amor. Nunca deixei de amá-lo, nem quando me apaixonei deixei de amá-lo.

Sei que é difícil de entender, eu também não entendo. Somos feitos de tantos mistérios que seria muito ganancioso de minha parte, mesmo com toda filosofia do mundo ao alcance, tentar explicar.

Penso em voltar todos os dias, incluso para o útero de onde saí, mas se Kafka estava certo, hay un punto que llegamos que no hay vuelta tras… talvez tenha chegado em um deles…Talvez ainda seja tudo ilusão e um dia acorde com menos sono e possa lembrar da verdade… aquela verdade que só o subconsciente pode te revelar enquanto dorme…

Mesmo que ele nunca entenda e que eu nunca me perdoe, essa foi a vida que se fez real tanto lá como aqui, por nossas mãos, porque todos são culpados… São culpados os que vão, porque foram e são culpados os que ficam, porque ficaram.

Não existe alegria sem dor. Todo sofrimento de hoje, foi lá atras uma alegria, assim que funciona. Aceite e prepare-se, enquanto houver vida, haverá amor e tristeza e alegria e dor… e por aí vai…

Amanhã é seis de março e isso não faz diferença nenhuma! Todo dia é feito para se viver ou deixar a vida, todo dia pode te trazes amores, encontros, abraços, alegrias… que amanhã serão a fonte de seu sofrer! Como sempre nos contou Schoppenhauer: a essência da existência é o sofrimento!

Aceita que dói mais gostoso 😜

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s